domingo, 2 de dezembro de 2012

Livros lidos: Novembro/2012

Esse mês consegui ler bastante, apesar da correria da faculdade! Confira:


_______________________________________________________

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Resenha: A Rainha da Fofoca Fisgada (Meg Cabot)

Sinopse: No último livro da série bestseller do New York Times, a vida não podia estar melhor para Lizzie! Ela parece ter tudo o que sempre quis: conseguiu um emprego em Nova York, está fazendo aquilo de que mais gosta, trabalhando numa loja de restauração de vestidos de noiva, e Luke, seu namorado gatíssimo e cheio da grana, finalmente a pediu em casamento. Mas por que será que Lizzie não consegue ficar satisfeita por estar a alguns passos do altar? Parece que ninguém está se importando com o que Lizzie quer fazer da vida! Só sua avó – com seu jeito peculiar –, as funcionárias na Chez Henri e uma cliente celeb louca de pedra para clarear suas ideias e mostrar que o futuro estava ali por perto o tempo todo...

ISBN: 9788501085382
Ano: 2011
Editora: Galera Record
Número de Páginas: 448

Com o final de A Rainha da Fofoca em Nova York, não tinha como não ficar ansiosa pra ler o último livro da série! Finalmente Luke pediu Lizzie em casamento! Tudo o que ela queria! Mas por que não parece certo? Será que é porque ela e Chaz ficaram se agarrando no Ano Novo? Não! Eles estavam bêbados, não significou nada. Certo?!

Bom, a dúvida está lá. Para não pensar muito no assunto, Lizzie se joga de cabeça no seu trabalho de concertos de vestidos de noiva na Chez Henri. Mas vai chegar uma hora que ela vai ter que tomar uma decisão. A questão é se ela está ou não preparada para tomar grandes medidas.

Senti que esse livro, além de ser divertido como os outros, passa uma mensagem super legal sobre não ter medo e não desistir dos seus sonhos. Mas mantendo a característica da série, é super bem humorado e me fez rir muito - até de situações que normalmente não são engraçadas!

Eu adorei o final! Fechou a trilogia muitíssimo bem! Nossa diva Meg Cabot não deixou por menos e me conquistou com mais uma série maravilhosa! Quem curte chick-lit não pode deixar de ler! 
_________________________________________________________

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Resenha: 2012 (Vanessa Bosso)

Sinopse: No dia 21 de dezembro de 2012, Liz estará tentando sobreviver ao fim do mundo em um abrigo antiapocalipse. Thiago e seus amigos estarão lutando contra tsunamis e continentes sendo deslocados pela movimentação do eixo terrestre. Enquanto o mundo acaba, extraterrestres vêm em auxílio dos escolhidos para que uma nova era possa ser iniciada. 

ISBN: 9788576793274
Ano: 2010
Editora: Novo Século
Número de Páginas: 288

Comecei esse livro pelos seguintes motivos: Já o tenho há um ano e meio; este ano está quase no fim, e pensei que não faria muito sentido lê-lo depois que 2012 acabasse, por causa do tema. Eu estava curiosa, e um dos motivos era o de ter ouvido muitos elogios à autora. Mas um dos comentários que ouvi, é que este livro, que foi o primeiro a ser escrito por Vanessa Bosso, não é sua melhor obra. Ainda não tive a oportunidade de ler seus outros livros, então não posso comparar.

Sobre "2012" já pelo título já sabemos sobre o que ele é, o fim dos tempos. As explicações com bases astronômicas são bem interessantes pro leitor se situar em toda essa crença das previsões - não somente - maias. Neste aspecto, não deixou a desejar. Algo que me incomodou foi que as vezes eu não conseguia achar certas situações críveis. O jeito que as pessoas acreditavam tão rapidamente que o mundo estava acabando, pra mim pareceu um pouco forçado. Mas provavelmente o que mais me incomodou foram os diálogos. Achei-os fracos, e até me peguei rindo da fala de um personagem em um momento que deveria ser "sério".

Apesar disso, a leitura fluiu bem e me prendeu bastante. Gostei da forma com que os personagens estavam interligados, não só entre si mas também conectados a teoria do fim do mundo - principalmente o pai de Liz, a protagonista. A parte sobrenatural da história não colou muito pra mim, mas não que eu a tenha odiado. No geral é um livro bom, mas espero poder ter a chance de ler outros livros da Vanessa pra ver se realmente são melhores.
__________________________________________________________

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Resenha: A Música Que Mudou Minha Vida (Robin Benway)

Sinopse: A vida de Audrey Cuttler não tem sido a mesma desde que aquela música chegou ao topo das paradas. Ela só queria ir a shows, andar com seus amigos e, talvez, arrumar um encontro com o gatinho do trabalho, mas agora Audrey é... famosa! Não famosa do tipo coisas-grátis-e-crachás-para-o-camarim. Famosa do tipo paparazzi-escondido-nos-arbustos, o pior-momento-da-sua-vida-estampada-por-toda-a-primeira-página. Tudo por causa da música que o ex - namorado fez sobre o rompimento dos dois - o hit do momento, quer dizer, um desastre! Audrey não quer ser a garota dos refletores, mas uma vez que o mundo decide que ela é uma estrela, será que a sua vida algum dia vai ser normal de novo? Prepare - se para descobrir, porque está na hora da Audrey contar o seu lado da história. 

ISBN: 9788501083210
Ano: 2009
Editora: Galera Record
Número de Páginas: 368

Sabe aquele livro que te faz rir alto? Esse com certeza é um desses. Depois de uma leitura frustrante, precisava de algo pra dar uma animada. Como já tinha ouvido ótimas criticas desse livro, resolvi pegá-lo na estante. E foi a coisa certa! 

O enredo é sobre uma menina chamada Audrey, que tem sua vida virada de cabeça para baixo depois que seu ex-namorado faz uma música - chamada "Audrey, wait!" - sobre o término deles. De repente ela passa a ter suas fotos estampadas nas revistas e vídeos publicados na internet, além de ser assunto de fóruns online, com todo o tipo de comentários feitos por anônimos. Sua escola, sua casa, seu trabalho - na ridícula sorveteria Scooter Dooper -, telefone, e-mail, nada mais é privado e Audrey está indo a loucura!

Uma das coisas que achei mais legal nesse livro, é que ele é como se fosse uma resposta de Audrey. É narrado por ela, e fica bem claro que ela quer dar a sua versão dos fatos, como se já soubéssemos a história por causa da mídia. E ficou muito divertido! As coisas que acontecem com ela são muito "acreditáveis", e não forçadas, como eu achava que iria ser. Leitura extremamente recomendada!
_________________________________________________________

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Resenha: A Esperança (Suzanne Collins)

Sinopse: Começou a revolução. A coragem de Katniss nos jogos fez nascer a esperança em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão. E agora, contra a própria vontade, ela precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde. Ela precisa virar o Tordo. O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade. Será que vale a pena colocar sua família em risco novamente? Será que as vidas de Peeta e Gale serão os tributos exigidos nessa nova guerra?



ISBN: 9788579800863
Ano: 2011
Editora: Rocco
Número de Páginas: 424

ATENÇÃO: Essa resenha pode conter spoilers dos outros dois livros da trilogia. Confira a resenha de Jogos Vorazes aqui, e a de Em Chamas aqui.

É complicado começar a escrever a resenha do último livro de uma série que me marcou tanto. Vou dizer, eu não achava que era isso tudo não. Quando todo mundo babava litros e surtava com cada notícia sobre lançamento das continuações e dos filmes eu achava que era exagero. Achava que era só 'modinha'. Meu pensamento era que devia ser uma boa série, mas não tão incrível como todo mundo falava. Não gosto de ver filmes baseados em livros sem antes ter lido a obra, então lá fui eu ler Jogos Vorazes algumas semanas antes da estreia mundial da adaptação. E imediatamente me apaixonei! É uma história sobre uma busca constante por liberdade!

No primeiro livro, conhecemos Katniss, uma protagonista forte, que assume o lugar da irmã nos Jogos Vorazes e sobrevive junto com Peeta, o tributo do mesmo Distrito que ela. Já no segundo livro, Em Chamas, de volta ao Distrito 12, o jogo continua, mas dessa vez não é na arena e sim no seu dia-a-dia. Cada movimento é controlado e ela precisa manter as aparências. Mas ainda assim não é o suficiente, e ela e Peeta são mandados de volta a arena para o Massacre Quaternário - uma edição especial dos Jogos, em que os tributos são todos Vitoriosos de edições passadas.

Destruindo a arena do Massacre, Katniss e mais dois Vitoriosos rebeldes (Finnick e Beetee) são resgatados pelo Distrito 13, que todos pensavam estar destruído. Ao invés disso, o Distrito 13 está mais forte do que nunca, e agora que os outros distritos estão se rebelando contra a Capital, é a hora ideal para uma revolução. E eles querem usar Katniss como a 'cara' dessa revolução - o 'tordo'. A palavra-chave desse terceiro livro da trilogia é Manipulação - de uma forma sutil.

Peeta não conseguiu ser resgatado da arena e está sendo mantido preso pela Capital. Além disso, o Distrito 12 foi destruído e somente algumas centenas de pessoas sobreviveram. Gale, o fiel amigo e companheiro de caçadas de Katniss, ajudou os sobreviventes do 12 a chegarem ao D13, e agora faz parte do exército que vai lutar contra a capital.

A Esperança não é o meu livro preferido da série. Na verdade, foi o que eu menos gostei. Acho que depois de dois livros tão bom, me decepcionei com esse terceiro. O final foi bom, mas me frustrei com muitas coisas. Grande parte das minhas frustrações foi direcionada à Katniss. Não gostei de muitas escolhas e atitudes dela. Mas ainda assim foi um livro muito bom, que me prendeu do início ao fim. Só achei o final um pouco rápido demais (parecia que a autora queria acabar logo). Em Chamas continua sendo o meu preferido.
________________________________________________________

sábado, 21 de julho de 2012

Orgulho Nerd: Redes Sociais

Se você é um nerd assumido, deve adorar compartilhar suas nerdices por aí. Uma forma super legal - que eu, particularmente, adoro - são as redes sociais! Aí vão algumas dicas de sites em que você deve se cadastrar:

ORANGOTAG:


A rede social Orangotag é voltada para os telespectadores de seriados de plantão! Você pode colocar as séries que você assiste na sua watchlist e marcar todos os episódios vistos. E o mais legal: a cada 1000 episódios assistidos você ganha uma medalha de ouro do lado do seu nome!! Eu, por enquanto, só tenho uma - mas vou conseguir um monte, me aguardem muahahahaha

A coisa mais útil do Orangotag é que ele te avisa quando você está atrasado com algum seriado. A partir de três episodios que você deixou de assistir, já aparece uma mensagem pra você dizendo "Opa, parece que você está meio atrasadinho com..."

FILMOW:


Já o Filmow é para os cinéfilos assumidos! Você pode marcar todos os filmes que você já assistiu na sua vida! Eu ainda acho que eu NUNCA vou conseguir lembrar de todos os filmes que eu já vi, mas sempre que lembro de algum, vou lá adicionar. Além dos já vistos, tem a opção de marcar os que você quer ver, os que não quer ver e os seus favoritos! Também é possível marcar quais temporadas de séries de tv você viu, mas eu prefiro fazer isso no Orangotag e deixar essa rede social exclusivamente para filmes.

Uma coisa que facilita muito é que na página principal do Filmow aparece quais filmes estão disponíveis em DVD, quais estão no cinema e quais em breve serão lançados.

SKOOB:


O mais fomoso entre os nerds é o Skoob - a rede social para leitores! Você pode adicionar o que você já leu, está lendo ou vai ler, além de poder marcar quais deles são seus favoritos e quais possui. Dá até pra fazer uma lista de desejados! *-* Outra coisa que dá pra fazer é criar uma meta de leitura e marcar os livros que você pretende ler no ano, aí conforme você vai cumprindo a meta, ele vai mostrando a porcentagem e a sua velocidade na leitura.

No Skoob também é possível efetuar trocas de livros com outros usuários. Você pode trocar livro por livro, ou então se cadastrar no Skoob Plus, para solicitar livros em troca de créditos.



_______________________________________________________

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Resenha: Infinito (Alyson Noël)


Sinopse: Após derrotarem seus inimigos mais temidos, Ever e Damen começam uma nova jornada para que ele se livre do veneno em seu corpo. Se encontrarem o antídoto, finalmente serão capazes de viver a paixão pela qual anseiam há séculos. A busca, porém, leva-os a um terreno desconhecido e pavoroso — as profundezas de Summerland. Lá, eles descobrirão a origem obscura e inimaginável de seu relacionamento e serão obrigados a encarar uma dolorosa verdade: o destino tem motivos para mantê-los separados. Agora, o futuro irá depender de uma única decisão, que poderá pôr em risco tudo o que eles têm. Inclusive a eternidade.

ISBN: 9788580570694
Ano: 2011
Editora: Intrínseca
Número de Páginas: 240

ATENÇÃO: Essa resenha pode conter spoilers dos outros livros da série Os Imortais. Confira a resenha de Para Sempre aqui, a de Lua Azul aqui, a de Terra de Sombras aqui, a de Chama Negra aqui e a de Estrela da Noite aqui.

Foi com muita expectativa que comecei o sexto e último volume da série Os Imortais, da autora Alyson Noël. Após cinco livros, finalmente saberia se Ever e Damen conseguiria ou não ficar juntos de verdade. O antídoto que faria com que os dois pudessem se tocar novamente foi perdido, e agora eles precisam achar um outro jeito de vencer essa barreira. Séculos e séculos em que eles se conheciam mas nunca conseguiam chegar aos finalmentes. Chega ser cômica essa virgindade secular de Ever.

Em Infinito houve uma recapitulação do outros livros e até mesmo alguns dos personagens que passaram pela série tiveram sua aparição. Gostei bastante do jeito que a autora uniu as pontas soltas deixadas no decorrer da história, e explicou tudo. Ever tem que fazer uma jornada em Summerland para cumprir o seu destino nessa vida, e foi bem interessante poder ver o passo a passo dessa jornada.

Damen continou a me incomodar um pouco com seu jeito arrogante, mas não o odeio tanto como muita gente que leu a série. Só acho que é totalmente o oposto de Jude, que é aquele cara legal que está sempre lá para Ever e esteve presente em todas as suas vidas passadas sendo seu par romântico até Damen aparecer. E eu confesso que torci muito pelo Jude, mesmo que não quisesse adimitir, desde que ele apareceu.

Fiquei muito satisfeita com a forma com que a série terminou. Eu esperava outra coisa, mais clichê e mais provável. Foi exatamente por ter tido esse final, que dei 5 estrelas para esse volume (algo que não fiz com nenhum outro da série). Acho que Os Imortais é uma série que sim, enrola bastante e tem seus momentos de irritação, mas também sempre dá aquela vontade de ler o próximo e ver o que vai acontecer. Vale a pena! 
__________________________________________

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Resenha: A Rainha da Fofoca em Nova York (Meg Cabot)

Sinopse: Ai meu Deus! Lizzie tem tanta sorte que nem consegue acreditar. Está namorando Luke, um cara lindo, rico e que quer se tornar médico para ajudar criancinhas indefesas, conseguiu se formar (bom, só falta o diploma) e está a caminho de Nova York, onde com toda a certeza conseguirá um emprego sensacional, com um salário fantástico, criando e consertando vestidos de casamento para, não sei... Vera Wang? Bom, pelo menos esse é o plano. Na realidade, ela e sua melhor amiga, Shari, só encontram espeluncas cobertas de cocô de rato a horas da cidade, com aluguéis que custam os olhos da cara. E, para piorar, parece que Vera Wang não está contratando ninguém no momento - nem nenhuma outra loja na cidade! Aí, quando Lizzie começa a se desesperar, seu príncipe no cavalo branco (e ele realmente tem sangue azul!) chega para resgatá-la! Luke casualmente a convida para morar junto com ele, em uma cobertura em frente ao Central Park. E Lizzie, é claro, aceita - já pensando nos sinos da igreja.... Mas tudo indica (inclusive seu melhor amigo, Chaz) que Luke não está com os mesmos planos que Lizzie! Será que ela vai conseguir manter a boca fechada e evitar uma catástrofe, ou será que o desastre a espera em Nova York?

ISBN: 9788501081391
Ano: 2010
Editora: Galera Record
Número de Páginas: 432

Terminei A Rainha da Fofoca sonhando acordada e ansiando desesperadamente pela continuação e corri pra começar o segundo volume! Lizzie está prestes a realizar seu sonho: está se mudando para Nova York! NOVA YORK, gente! Um grande sonho que eu tenho é conhecer e Big Apple, então eu simplesmente adoro livros que são ambientados lá!

Seu namorado Luke, que ela conheceu numa viagem de trem quando estava saindo de Londres (e deixando pra trás aquele babaca do Andrew) e indo para França, também está indo pra lá, iniciar seus estudos para ser médico! Sua melhor amiga Shari, e também o namorado dela Chaz também estão a caminho! O plano é Lizzie e Shari encontrarem um lugar pra morar juntas e conseguir empregos! Mas após algumas semanas procurando apartamentos e só encontrando espeluncas estremamente caras, Luke convida Lizzie para morar no apartamento da mãe dele na 5ª AVENIDA!!! Bem em frente ao Central Park!!! Como recusar?

Quanto ao trabalho, as coisas não são nem um pouco fáceis! Ela vai ter que batalhar muito pra chegar onde quer! Morar junto com Luke dá esperanças de um compromisso mais sério à nossa protagonista, seu par perfeito parece não estar pensando o mesmo que ela...

Confesso que fiquei um pouco triste com o rumo que as coisas tomaram... Acho que eu amei tanto o primeiro livro que fiquei decepcionada por não ter continuado com toda aquela perfeição. Como falei na resenha, se tivesse acabado no primeiro, seria um bom final. Mas como teve continuação, achei que foi bem legal, e apesar de inicialmente não ter amado, gostei bastante. Me surpreendi MUITO com o final. Eu certamente não esperava por aquilo! Deixou um ótimo gancho para o último livro da trilogia!
__________________________________________________________

terça-feira, 22 de maio de 2012

Resenha: Fortaleza Digital (Dan Brown)

Sinopse: Em Fortaleza digital, Brown mergulha no intrigante universo dos serviços de informação e ambienta sua história na ultra-secreta e multibilionária NSA, a Agência de Segurança Nacional americana, mais poderosa do que a CIA ou qualquer outra organização de inteligência do mundo. Quando o supercomputador da NSA, até então considerado uma arma invencível para decodificar mensagens terroristas transmitidas pela Internet, se depara com um novo código que não pode ser quebrado, a agência recorre à sua mais brilhante criptógrafa, a bela matemática Susan Fletcher.
Presa numa teia de segredos e mentiras, sem saber em quem confiar, Susan precisa encontrar a chave do engenhoso código para evitar o maior desastre da história da inteligência americana e para salvar a sua vida e a do homem que ama.

ISBN: 9788599296202
Ano: 2005
Editora: Sextante
Número de Páginas: 320

Fortaleza Digital é o primeiro livro de um dos escritores de ficção científica mais conhecidos no mundo, Dan Brown. O único livro que já tinha lido do autor foi Ponto de Impacto, que gostei muito mas não tem resenha aqui pois não possuía blog na época. Há muitos anos, quando tinha por volta de 13 anos, peguei esse livro na biblioteca do colégio em que estudava, mas só li no máximo as primeiras 50 páginas. Sempre fiquei curiosa pra ler o restante, pois lembro-me de que o assunto me chamou muito a atenção.

E foi com a expectativa de que fosse um livro extremamente bom e empolgante que comecei a leitura. Lendo as páginas que já havia lido anos antes, me lembrei porque o enredo me atraiu tanto: uma agência secreta com o objetivo de decifrar códigos de mensagens de toda a parte do mundo, afim de previnir ataques e atentados terroristas nos Estados Unidos. DEMAIS! Segundo a teoria do livro, as pessoas mais inteligentes do mundo trabalhavam na NSA (Agência de Segurança Nacional). Uma delas é Susan Fletcher, criptógrafa e noiva de David Becker, professor de uma universidade.

Em um sábado de manhã, dia de folga para todos os empregados da NSA, Susan é chamada para ir ao trabalho. Parece que o super computador da agência, o TRANSLTR, encontrou um código impossível de ser quebrado. O mistério se desenvolve a partir daí e as coisas mais estranhas começam a acontecer. Seu noivo, David acaba sendo envolvido nessa confusão, que pode acabar tomando proporções gigantescas e ameaçar a segurança do país.

Apesar de ter um enredo promissor, achei o texto cansativo. Até a metade, senti que nada de realmente importante acontecia, era bem monótono. E o final me decepcionou muitíssimo! Qualquer um com conhecimentos básicos acharia a resposta rapidamente, e achei difícil de acreditar que as mentes mais brilhantes do mundo estavam tendo tanta dificuldade de ver algo tão óbvio. Teve partes muito legais sim, mas não tantas para fazer deste, um livro imperdível. É um livro bom, mas esperava mais por ser de um autor tão consagrado.
______________________________________________

sábado, 19 de maio de 2012

Sábado Gospel: A História (The Zondervan Corporation)

Sinopse: Quantas vezes você tentou ler a Bíblia, mas desistiu por achar a leitura cansativa e complicada? No fundo, provavelmente continuou com vontade de conhecer esse texto por ter consciência de sua importância na história da humanidade. Agora você vai ter oportunidade de saber o que há de essencial na Bíblia, pois A História é um livro que vai prender sua atenção do princípio ao fim. É de fato uma bela história. A Bíblia é uma narrativa repleta de amor, ódio, disputas, conquistas e milagres. Ela nos traz poesia, cultura, episódios históricos e teologia. É um verdadeiro romance de suspense, um livro de sociologia, uma lição de História - tudo isso em torno do conflito eterno entre o bem e o mal. O texto nos faz conhecer pessoas que, apesar de pertencerem a épocas e lugares muito diferentes, são extremamente parecidas conosco em nossas buscas e paixões. Para facilitar a compreensão, este livro utiliza trechos retirados das Escrituras e apresenta os fatos em ordem cronológica, da Criação ao Apocalipse, em 32 capítulos claros e concisos.

ISBN: 9788575424605
Ano: 2009
Editora: Sextante
Número de Páginas: 448

Desde os meus seis anos de idade sou cristã e me interesso muito pelo que é relacionado a esse assunto. Já tinha feito vários projetos de ler a Bíblia toda, mas nunca tinha funcionado pois achava a leitura complicada e acabava desanimando. Assim que peguei esse livro nas mãos, me interessei por ele e minha mãe me deu de presente. 

A proposta do livro, em si, já é sensacional: a Bíblia contada em ordem cronológica, como uma única história. Mas além disso, há muitas informações adicionais, tais como árvores genealógicas, explicações de alguns trechos e adendos históricos sobre o que estava acontecendo no mundo naquela época (quem governava, em que fase se encontrava, etc).

Não é o tipo de livro pra se ler correndo. Admito que no começo quase desisti, pois sou dessas que lê um livro atrás do outro, sem perder tempo, então foi meio difícil pra mim. Comecei, dei um tempo pra ler outras coisas, lia um capítulo de vez em quando até que resolvi parar tudo pra terminá-lo. E valeu muito a pena! Conheci muitas passagens que nunca tinha ouvido falar e entendi várias outras as quais tinha dúvidas.

Foi uma leitura extremamente edificante! Depois de ter lido esta magnífica história, me comprometi a ler pelo menos um livro com temática cristã mensalmente, então essa coluna vai ir ao ar em ao menos um sábado por mês. Espero que gostem!
__________________________________________________________

terça-feira, 15 de maio de 2012

Resenha: Em Chamas (Suzanne Collins)

Sinopse: Depois de ganhar os Jogos Vorazes, competição entre jovens transmitida ao vivo para todos os distritos de Panem, Katniss agora terá que enfrentar a represália da Capital e decidir que caminho tomar quando descobre que suas atitudes nos jogos incitaram rebeliões em alguns distritos. Dessa vez, além de lutar por sua própria vida, terá que proteger seus amigos e familiares e, talvez, todo o povo de Panem.

ISBN: 9788579800641
Ano: 2011
Editora: Rocco
Número de Páginas: 416

Depois de ler Jogos Vorazes e ver o filme baseado na obra, fiquei louca pra ler a continuação, Em Chamas! Não tenho como dizer o tamanho da minha expectativa! Era imensa! 

No final do primeiro livro o pensamento que inundou minha mente foi: E agora? O que mais pode acontecer? Afinal, Katniss - nossa protagonista badass - e Peeta foram os vitoriosos do Jogos Vorazes. Eles foram colocados em uma arena junto com mais outros 22 jovens e sobreviveram. O problema é que só um deles deveria sobreviver, mas a garota em chamas resolveu desafiar a Capital e agora vai ter que pagar por isso.

Katniss e Peeta estão chegando ao Distrino 12, retornando para suas vidas normais. Porém nada mais será como costumava ser. Nem a relação de Katniss com Gale, seu amigo e companheiro de sempre, será como antes. Agora cada passo dela é vigiado e ela tem que manter as aparências - ou seja, continuar fingindo que está loucamente apaixonada por Peeta. Porque, se ela falhar no seu papel, haverá grandes consequências. E dessa vez não é só a sua vida que corre risco, mas a de toda a sua família, seu Distrito e talvez até mesmo de toda Panem.

Um dos meus personagens preferidos continuou sendo Cinna, o estilista de Katniss. Não vou falar muito sobre o papel dele nesse livro porque senão vou dar spoiler... Em Chamas me conquistou! Superou todas as minhas expectativas! Achei que não tinha como ser melhor que o primeiro, mas de alguma forma foi. Mais emocionante, mais intenso! Meu coração foi despedaçado várias vezes durante a leitura e a cada momento eu era surpreendida! Melhor livro da trilogia! Se você ainda não começou a ler essa série, CORRA PARA LER JÁ!
__________________________________________________________

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Resenha: A Rainha da Fofoca (Meg Cabot)

Sinopse: Lizzie Nichols não tem a mínima idéia do que vai fazer da vida e está detonando o dinheiro da formatura em uma viagem para visitar o namorado que conheceu há apenas três meses, mas isso não é nada. O problema é que Lizzie não consegue guardar nenhum segredo, o que a coloca em situações delicadas, como ficar presa em Londres sem um teto ou dinheiro. Felizmente uma amiga está por perto para ajudar, mas ela estraga tudo outra vez. Lizzie está no limite e precisará provar que pode usar sua boca grande para algo de bom.

ISBN: 9788501075978
Ano: 2008
Editora: Galera Record
Número de Páginas: 431

Depois de ler 3 livros seguidos com temática séria, queria algo pra me distrair e me fazer rir - algo leve. Pensei direto em um chick-lit da Meg-DIVA-Cabot! E porquê não a série Rainha da Fofoca? Só ouvi comentários super positivos! Corri pra pegar o livro na estante!

Lizzie Nichols é uma das protagonistas mais engraçadas que eu já li! Ela não consegue manter a boca fechada! Sempre acaba falando mais do que deve, mas só percebendo isso depois que já colocou todo o seu conteúdo pra fora. E se ela não para de falar, imagine o que se passa dentro da cabeça dela! A garota tem um blá-blá-blá mental muito bizarro!

Prestes a se formar na faculdade em História da Moda, ela vai gastar todas as suas economias pra viajar até Londres para encontrar seu namorado - a.k.a. seu grande amor. Mas ela só conhece o cara há 3 meses, e já tem até o nome de seus três futuros filhos escolhidos. O problema mesmo é que nem tudo é como ela idealiza dentro de sua cabeça. E era nessas horas que eu tinha vontade de esganá-la! Sério, fiquei bizarramente irritada!

Quando você menos espera, tudo dá uma reviravolta e é como se começasse tudo de novo! E eu amei! Simplesmente adorei o livro! Não faltaram risadas! Se fosse um volume único, teria ficado extremamente feliz com o modo como acabou, mas ainda há outros dois livros da série! Vamos ver o que nossa boca grande vai aprontar! Recomendadíssimo! Meg mais uma vez não me decepcionou! LEIAM!
_________________________________________________________

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Seriado: The Lying Game – 1ª Temporada




The Lying Game é uma série da ABC Family baseada no livro homônimo de Sara Shepard (mesma autora de Pretty Little Liars, que deu origem ao seriado de mesmo nome também na ABC). No mesmo estilo de PLL, é cheio de mistérios e personagens que envolvem o telespectador.







Já no primeiro episódio somos apresentados a Emma Becker e Sutotn Mercer, irmãs gêmeas que recentemente se conheceram pela internet.



Ao serem separadas recém-nascidas, Sutton foi adotada pelos Mercer, uma família rica e amável, enquanto Emma foi para um orfanato e passou de lar adotivo para lar adotivo.

Agora, elas vão tentar descobrir o que aconteceu com sua mãe biológica, e para isso, Emma finge ser Sutton para que sua irmã possa investigar o que aconteceu no passado.


De repente Emma tem tudo o que sempre sonhou: família, casa, amigos e de quebra, um novo romance. Mas apesar de ser idêntica a Sutton por fora, ela é extremamente diferente por dentro e por isso será um grande desafio para ela conseguir enganar a todas as pessoas que fazem parte da vida de sua irmã.

A grande pegada da série e o mistério envolvendo a origem das gêmeas. Com o decorrer dessa primeira temporada, muitas revelações vem a tona e tudo o que parecia perfeito, de repente fica duvidoso.


A season finale deixou um gancho muito legal para a segunda temporada, então realmente vale a pena assistir!

terça-feira, 1 de maio de 2012

Resenha: Diários do Vampiro O Retorno - Almas Sombrias (L. J. Smith)


Sinopse: Ludibriado com a promessa de se tornar humano novamente, Stefan Salvatore foi capturado pelos demoníacos Shinichi e Misao. Mais do que encarcerado em uma prisão na Dimensão das Trevas, Stefan está longe de Elena e começa a perder a noção do que é real em sua vida... Para salvar seu grande amor, Elena se empenha em uma missão perigosa e assustadora, confiando seu destino — e sua vida — a Damon, o outro belo Salvatore. De certa maneira responsável pelo que aconteceu com Stefan, Damon parece estar disposto a tudo para resgatar o irmão. Assim como Elena... Mas a cada dia de convivência, a tensão entre Elena e Damon aumenta, enredando ambos em um destino revelador e inevitável. Destemidos, dominadores e soberbos, os dois têm muito mais em comum do que supunham e logo Elena terá de decidir: Qual dos irmãos Salvatore ela realmente ama? Em Fell’s Church, Bonnie e Meredith tentam controlar o mal que tomou a cidade com a passagem dos espíritos raposa. E suas descobertas sobre a Dimensão das Trevas e os kitsune acabam colocando-as cara a cara com a missão de Elena — e a única forma de ajudar será se juntar e ela e Damon nesta aventura aterrorizante.

ISBN: 9788501091369
Ano: 2011
Editora: Galera
Número de páginas: 448

Como eu disse na resenha de Anoitecer, não gostei muito do primeiro livro da série O Retorno, de Diários do Vampiro. Achei que os personagens não pareciam os mesmos, e parecia que o objetivo é que ficassem mais parecidos com os do seriado. Por isso, adiei a leitura do segundo volume da trilogia, Almas Sombrias. Porém, ao contrário de Anoitecer, adorei este livro!

Shinishi prendeu Stefan e cabe a Elena ir atrás dele e salvá-lo, contando com a ajuda de Damon, Meredith e Bonnie. Em Fell's Church as coisas estão cada vez mais fora de controle com relação à possessão das meninas da cidade, que passam a se comportar estranhamente (nem sei se 'estranha' é uma palavra que pode definir Caroline nessa situação...) e cabe a Matt, o único que continua na cidade, tentar dar um jeito nisso - com a ajuda da Sra Flowers, a dona da pensão onde Stefan morava.

Em sua viajem para socorrer seu amado, Elena e Damon acabam se aproximando e ela passa a conhecer um novo lado dele, e digamos que os fãs de Delena vão ficar deliciados! hahaha Eu estava sem esperanças nenhum para este livro, mas me surpreendi bastante! Tem bastante ação e vários personagens novos e super legais! Curti bastante! O último livro da trilogia se chama Meia-noite e será lançado em junho pela Galera Record! Mal posso esperar!
__________________________________________________

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Resenha: Estrela da Noite (Alyson Noël)


Sinopse: Certa de que Ever é responsável pela morte de Roman, Haven está determinada a destruí-la. Seu primeiro passo é separá-la de Damen, e, para isso, conta com a arma ideal: um segredo terrível sobre suas vidas passadas, que lançará uma nova luz sobre o relacionamento de Ever e Jude. Obrigada a enfrentar seus maiores medos com relação ao companheiro que escolheu para a eternidade, Ever é lançada em um combate mortal contra Haven, que poderá significar a destruição de todos. É chegado o momento de se questionar: para sobreviver, ela seria mesmo capaz de condenar Haven à escuridão de Shadowland? E será que todo o seu futuro com Damen poderia mesmo depender de uma revelação do passado?

ISBN: 9788580570601
Ano: 2011
Editora: Intrínseca
Número de Páginas: 248

ATENÇÃO: Essa resenha pode conter spoilers dos outros livros da série Os Imortais. Confira a resenha de Para Sempre aqui, a de Lua Azul aqui, a de Terra de Sombras aqui e a de Chama Negra aqui.

No final de Chama Negra, Ever vai atrás de Roman para conseguir o tão desejado antídoto, que fará com que ela e Damen possam se tocar novamente. Tragicamente, Jude acaba matando Roman, enviando-o para Shadowland e arruinando as chances de Ever de obter o tão desejado frasco. Agora, Haven a culpa pela morte de seu amado, e as coisas não serão nada fáceis.

Além do conflito com sua ex-melhor amiga, Ever sente que Damen está escondendo algo sobre suas vidas passadas. A desconfiança aumenta a todo momento. Mas ao invés de não pensar direito e sair fazendo besteiras - característica da protagonista - nesse livro ela parece estar se controlando mais (uma grande evolução, porque convenhamos, Ever costuma ser muito impulsiva). Outro drama é relacionado à Sabine, sua tia que não aceita que sua sobrinha possa ter, digamos, dons. O relacionamento das duas está cada vez mais insuportável e para mim era uma das partes que mais me deixavam indignada.

Esse foi um dos volumes da série com o qual mais me empolguei na leitura! Tem bastante ação, conflitos e revelações! E como é característico dos livros dessa série, o final faz a gente ficar com vontade de ler o próximo! Gostei bastante!
__________________________________________________

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Resenha: A Vida, o Universo e Tudo Mais (Douglas Adams)

Sinopse: Após as loucas aventuras vividas com seus estranhos amigos em O Guia do Mochileiro das Galáxias e O Restaurante no Fim do Universo, Arthur Dent ficou cinco anos abandonado na Terra Pré-Histórica. Mesmo depois de tanto tempo, ele ainda acordava todas as manhãs com um grito de horror por estar preso àquela monótona e assustadora rotina. Talvez Arthur até preferisse continuar isolado em sua caverna escura, úmida e fedorenta a encarar a próxima aventura para a qual seria forçosamente arrastado: salvar o Universo dos temíveis robôs xenófobos do planeta Krikkit.
Este é o terceiro volume da "trilogia de quatro livros" de Douglas Adams, um dos mais cultuados escritores de ficção científica de todos os tempos. Seu humor corrosivo e sua habilidade em criar situações improváveis tornam seus livros indispensáveis para qualquer um que tenha capacidade de debochar de si mesmo. Usando o planeta Krikkit como paródia da nossa sociedade e das guerras raciais, Adams cria uma história divertida, inteligente e repleta dos mais inusitados significados sobre a vida, o universo e tudo mais.

ISBN: 8575421727
Ano: 2005
Editora: Sextante
Número de páginas: 224

Continuando minha vibe de início de ano "vamos ler o que está parado há quase um ano na estante", peguei o terceiro livro da série Mochileiro das Galáxias pra ler. Como vocês puderam conferir anteriormente aqui no blog, eu achei o segundo livro melhor do que o primeiro. Mas, no terceiro livro não vi nenhuma melhora. Eu sempre tento ressaltar os pontos positivos dos livros, e me prender a eles, porém essa série tem me decepcionado cada vez mais!

Pra começar, senti que a leitura foi meio maçante, sabe? Parece que não flui... É um livro tão pequeniniho, que fiquei indignada por ter demorado 5 dias pra ler. Sério mesmo! Se fosse outro, tenho certeza de que leria em um, no máximo dois dias. O humor sarcástico de Douglas Adams continua ácido, e isso é a única coisa boa do livro! Não há romance, ou aquele personagem que você fica sonhando acordada, nem um enredo que você quase morre querendo saber o que vem a seguir. Tem algumas partes engraçadas, que você se pega rindo, mas não passa disso.

Acho que ler um atrás do outro não foi uma boa ideia. Essa série não é um 'must read'... Na minha opinião, ela é legalzinha, mas não passa disso. Não pude evitar, durante a leitura, ficar pensando que poderia estar lendo outro livro que tenho na estante e que estou louca pra ler. Então meu conselho, é que você não leia a série inteira de uma vez. Leia o primeiro, deixe passar um tempo e leia o próximo e assim por diante.

Talvez você tenha uma opinião totalmente diferente da minha! Vi muitas pessoas que adoraram essa série, que a tem como favoritas e tudo mais, e isso é super bacana porque cada um tem suas preferências e gostos. Infelizmente, para mim, essa série não tem me conquistado. Vamos ver... Quem sabe os outros dois livros não mudam minha opinião?
______________________________________________________

domingo, 1 de abril de 2012

Resenha: A Guerra dos Tronos (George R. R. Martin)

Sinopse: Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, recebe a visita do velho amigo, o rei Robert Baratheon, está longe de adivinhar que a sua vida, e a da sua família, está prestes a entrar numa espiral de tragédia, conspiração e morte. Durante a estadia, o rei convida Eddard a mudar-se para a corte e a assumir a prestigiada posição de Mão do Rei. Este aceita, mas apenas porque desconfia que o anterior detentor desse título foi envenenado pela própria rainha - uma cruel manipuladora do clã Lannister. Assim, perto do rei, Eddard tem esperança de o proteger da rainha. Mas ter os Lannister como inimigos é fatal - a ambição dessa família não tem limites e o rei corre um perigo muito maior do que Eddard temia. Sozinho na corte, Eddard também se apercebe que a sua vida nada vale. E até a sua família, longe no norte, pode estar em perigo.

ISBN: 9788562936524
Ano: 2010
Editora: LEYA
Número de Páginas: 592

Eu sinceramente não sei como fazer uma resenha de um livro desses. Tenho medo de me prolongar demais e ficar tão grande que as pessoas se cansem só de olhar. Medo de não ser justa o bastante e não fazer jus à tudo o que este livro é. Vou tentar fazer algo resumido e mostrar o que senti com esta obra de George R.R. Martin.

Tenho um amigo que falava tão empolgado dessa série que eu me animava sem nem mesmo ter lido. Quando soube que seria adaptado para um seriado da HBO ele disse que eu PRECISAVA ler. Comecei e logo de cara adorei. O problema é que ele é gigante! E não, não me refiro ao número de páginas. A folha é maior e a letra é minúscula e juntinha. E além disso, é uma história complexa, com diversos personagens - não é o tipo de livro que dá pra ler correndo. Li cerca de 100 páginas e então o seriado estreou. Fiquei fascinada com a autenticidade (Até fiz um post aqui no blog)! Era tudo perfeitamente igual! Porém, não consegui ler acompanhando o ritmo da série e acabou que fiquei só assistindo ao seriado e larguei o livro para ler outras coisas. Quero dizer que NÃO foi porque o livro é ruim. DE JEITO NENHUM! E sim porque eu estava ficando meio desesperada com a quantidade de livros que eu tinha pra ler e a quantidade de tempo que eu estava gastando pra ler um único livro.

Por volta de seis meses depois, resolvi que não dava mais pra deixar ele empacado na mesa de cabeceira. Resolvi chutar o balde e não me importar com a pilha de livros que tinha na estante, pegá-lo e ler até o final de uma vez por todas. Jurei que só leria outro livro depois que acabasse esse. E consegui! Eu não tenho nem palavras pra descrever o que é esse livro! É maravilhoso! Ainda bem que consegui voltar a ler! Adorei do tema, aquele ar de mistério. Uma coisa que eu gostei bastante é que não tem um protagonista, são várias famílias principais e conhecemos o lado de todas elas, já que cada capítulo é narrado a partir da perspectiva de um personagem diferente.

Eddard Stark é o senhor de Winterfell (o reino do norte), casado com Catelyn Tully e com ela tem cinco filhos: Robb, Sansa, Arya, Bran e Rickon. Além desses, tem um filho bastardo - que por não ser fruto do casamento, não tem direito a usar o nome da casa Stark - chamado Jon Snow. Eddard é convidado por seu amigo e rei Robert Baratheon, a ocupar o lugar do recém falecido Jon Arryn como Mão do Rei (braço direito do rei). O problema é que Ned suspeita que Arryn fora assassinado pela família da rainha, os Lannister. Aceitando o cargo de Mão do Rei, ele tentará descobrir o que aconteceu, o que poderá torná-lo alvo. Enquanto ele vai para a corte, seu filho bastardo Jon decide se tornar um Patrulheiro e se juntar a Guarda da Noite.

Quando Robert Baratheon destronou o antigo rei, Aerys Targaryen, deixou vivo dois de seus filhos, Viserys e Daenerys - apenas crianças na época. Agora, anos depois, Viserys - que é o herdeiro por direito do trono - quer reconquistá-lo e fará qualquer coisa para atingir seus objetivos. Ele então dá sua irmã em casamento para Khal Drogo, um poderoso chefe de uma tribo Dothrak, em troca do seu númeroso khalasar - exército.

A história é sobre a disputa pelo poder na época medieval, sobre honra, dever e família. O enredo é tão rico em detalhes que nos faz realmente mergulhar na história e nos sentirmos parte daquilo. Todos os personagens estão ligados um ao outro e podemos ver o desenvolvimento e amadurecimento de cada um. Eu vibrei, ri, me entristeci, fiquei indignada com cada situação e me identifiquei com alguns personagens, dentre eles Arya Stark, Jon Snow e principalmente Daenerys Targaryen (Ficava contando os capítulos pra ver quando chegava a hora deles o/). Pra quem gosta do estilo, é imperdível! A série vai ter sete livros, cinco deles já lançados nos EUA. Aqui no Brasil, a editora Leya está lançando a série e já publicou os quatro primeiros volumes. Totalmente recomendado!
________________________________________

quarta-feira, 28 de março de 2012

Resenha: Queimada (P.C. Cast & Kristin Cast)

Sinopse: As coisas ficaram pretas na Morada da Noite. A alma de Zoey Redbird se despedaçou. Com o coração partido, vendo tudo ao seu redor desmoronar e com vontade de ficar para sempre no mundo dos mortos, Zoey está sumindo a olhos vistos. Parece cada vez mais difícil ela se recuperar a tempo de reencontrar seus amigos e recolocar as coisas em seus devidos lugares. Stevie Rae, melhor amiga de Zoey, quer ajudá-la, mas está enfrentando problemas seríssimos.
Os Novatos Vermelhos do Mal estão pisando na bola e, dessa vez, nem Stevie Rae poderá protegê-los das consequências. No meio desta confusão está Aphrodite: ex-novata, patricinha podre de rica, bruxa do inferno convicta (e com muito orgulho), tendo visões que revelam o futuro e, para piorar, com Nyx resolvendo falar por meio dela, quer ela queira ou não. A lealdade de Aphrodite pode oscilar em várias direções, mas, no momento, é o destino de Zoey que está em jogo.
Três garotas... brincando com fogo... se elas não tomarem cuidado, vão acabar Queimadas.

ISBN: 9788576794042
Ano: 2010
Editora: Novo Século
Número de páginas: 376

ATENÇÃO: Essa resenha pode conter spoilers dos livros anteriores da série House of Night. Confira a resenha de Marcada aqui, a de Traída aqui, a de Escolhida aqui, a de Indomada aqui, a de Caçada aqui, e a de Tentada aqui.

O final de Tentada foi chocante, e não consegui esperar nem mais um segundo pra começar Queimada! Foi instantâneo: Acabei um, comecei o outro. Zoey tentou mas não conseguiu impedir que Kalona matasse Heath, seu amor de infância, Consorte Humano, Carimbado com ela. A dor da perda foi tão grande que ela não conseguiu resistir: Sua alma se despedaçou. Agora ela está presa no Mundo do Além, e só poderá sair de lá se conseguir juntar os pedaços de sua alma. Mas não é tão simples quanto parece.

Kalona, sob controle de Neferet, foi ao Mundo do Além com a missão de matá-la e impedir de uma vez por todas que ela retorne. Stark, que depois de seu Juramento Solene, se transformou no Guerreiro de Zoey, vai fazer de tudo para não deixar sua Grande Sacerdotisa morrer! Juntamente com todos os amigos de Z. e principalmente Aphrodite (que tem descoberto cada vez mais como usar os dons que a Deusa lhe concedeu) e Darius, vai arranjar uma forma de ajudá-la.

Assim como o livro anterior, em Queimada a narração é em mais de uma perspectiva! Aí da pra dividir em duas partes: As perspectivas das pessoas que estão em Veneza lutando para salvar Zoey, e as de Steve Rae, que está em Tulsa. A parte de Steve Rae é bem interessante, porque ela passa a ter cada vez mais importância na história.

Primeira vampira vermelha completamente transformada, ela é a Grande Sacerdotisa dos novatos vermelhos. Além de ter afinidade com a Terra, ela é muito poderosa. Está guardando um segredo muito grande de todos, e luta interiormente para saber se está fazendo o certo e seguindo o caminho de Nyx. No começo eu não tinha certeza se concordava com o que ela estava fazendo ou não. Ficava pensando "Isso não vai dar certo". Mas com o decorrer da leitura me vi torcendo por ela!

Eu adorei esse livro! Quando terminei Tentada, pensei que não ia ter como um livro da série superar aquele. Mas Queimada superou todas as minhas expectativas e entrou direto pra minha lista de favoritos! O meu problema agora é que estou SUPER ansiosa pra ler o próximo da série e ainda não tenho. Assim que puder, vou adquirir o oitavo livro de House of Night, Despertada, e devorá-lo!
_______________________________________________________

sábado, 24 de março de 2012

Resenha: As Brumas de Avalon - A Grande Rainha (Marion Zimmer Bradley)

Sinopse: Em As Brumas de Avalon, Marion Zimmer Bradley reconta a lenda do rei Artur, descrevendo os seus esforços para unificar a Bretanha contra a invasão Saxônica, a partir da perspectiva das poderosas mulheres do reino de Avalon e Camelot.
Mesmo aqueles que normalmente não gostam das lendas de Artur irão se encantar com as mulheres por trás do trono.
Morgana e Guinevere lutam pelo poder, usando Artur para promover as suas respectivas visões de mundo. As intrigas e a política do reino de Camelot descritas em As Brumas de Avalon se passam quando o Cristianismo começa a dominar a ilha-nação da Bretanha, estabelecendo o conflito com os cultos pagãos.

ISBN: 9788531210389
Ano: 2008
Editora: Imago
Número de Páginas: 229

Passado um ano desde que li o primeiro livro de Brumas de Avalon, resolvi continuar na vibe do início de ano, 'ler o que está quase criando teias de aranha' e peguei o segundo livro da série pra ler. Já tinha gostado bastante de A Senhora da Magia, mas A Grande Rainha foi muito melhor!

Este segundo livro é focado no famoso rei Artur, pelos olhos de sua irmã Morgana. Depois de ter fugido de Avalon, Morgana fica por um tempo com sua tia, Morgause. Enquanto isso, o Grande Rei Artur decide se casar e escolhe como sua esposa e Grande Rainha, Gwenhwyfar. O problema é que ela está apaixonada pelo melhor amigo dele, Lancelot, e ele por ela.

O livro tem muito a respeito deste interessante triângulo amoroso e sobre o fato de que a Grande Rainha precisa dar um herdeiro ao trono. Quanto à Morgana, vemos o desenvolvimento da personagem, que fora treinada para ser Senhora de Avalon e abandona tudo por causa de algo que Viviane, a atual Senhora do Lago, fez no primeiro livro (não vou contar o que é, pra não dar spoilers a quem não leu!)

O ponto negativo continua sendo a fonte minúscula usada nessa edição vendida no submarino. É bem desagradável e até desanima um pouco de ler - a leitura parece demorar mais e fica cansativa. Ainda assim, dei cinco estrelas! Must read!
______________________________________________________

terça-feira, 20 de março de 2012

Resenha: Pequena Abelha (Chris Cleave)

Sinopse: Essa é a história de duas mulheres cujas vidas se chocam num dia fatídico. Então, uma delas precisa tomar uma decisão terrível, daquelas que, esperamos, você nunca tenha de enfrentar. Dois anos mais tarde, elas se reencontram. E tudo começa… Depois de ler esse livro, você vai querer comentá-lo com seus amigos. Quando o fizer, por favor, não lhes diga o que acontece. O encanto está sobretudo na maneira como essa narrativa se desenrola.


ISBN: 9788598078939
Ano: 2010
Editora: intrínseca
Número de Páginas: 272

Eu não sabia nada sobre esse livro quando o comprei. Há um grande mistério, principalmente por causa da sinopse que não conta nada, que me conquistou. Desde que foi lançado em 2010, vi vários comentários falando "não é nada do que você está pensando". E realmente não foi.

Evitei ler resenhas pra não pegar spoilers, mas não se preocupem pois não vou falar nadinha que estrague a surpresa de vocês, ok? Vou falar só sobre o que senti com a leitura. A única coisa que a sinopse informa sobre a história é que se trata sobre duas mulheres. Assim que comecei a leitura, e já nas primeiras páginas vi sobre o que se tratava, o livro já me conquistou, pois é um assunto que eu me interesso muito, e que me toca profundamente.

Esse é um daqueles livros que te fazem pensar. Eu adoro ler livros engraçados, pra passar o tempo, ou com romances de tirar o fôlego, mas é sempre bom ler algo como este livro. Profundo. É a palavra que define Pequena Abelha. Chris Cleave soube conduzir a trama muito bem, e eu pude imaginar exatamente como se fosse um filme. Foi uma leitura demorada, apesar das poucas páginas, e que valeu totalmente a pena! Super recomendo!
______________________________________________________

sexta-feira, 16 de março de 2012

Evento de "Jogos Vorazes" hoje em Floripa!

Galera, hoje vai rolar um evento lá na Livraria Catarinense do Beiramar Shopping! Vai ser sobre o mega sucesso, Jogos Vorazes! Então se você é suuuper fã assim como eu, não pode perder! Eu sei que o dia/horário são bem ruins, mas é o que tem pra hoje! hahaha

___________________________________________________

domingo, 11 de março de 2012

Resenha: Insaciável (Meg Cabot)

Sinopse: Cansado de ouvir falar de vampiros? Meena Harper também. Mas seus patrões estão fazendo ela escrever sobre eles de qualquer maneira, mesmo que Meena não acredite neles. Não que Meena não esteja familiarizada com o sobrenatural. Veja, Meena Harper sabe como vamos morrer. (Não que você vá acreditar nela. Ninguém nunca acredita). Mas nem mesmo o dom da premonição de Meena pode prepará-la para o que vai acontecer quando ela conhece – e comete o erro de se apaixonar - Lucien-Antonescu, um príncipe moderno com um lado sombrio. É um lado negro que muitas pessoas, como uma antiga sociedade de caçadores de vampiros, preferiria vê-lo morto. O problema é que Lucien já está morto. Talvez por isso ele é o primeiro cara que Meena já conheceu com quem ela poderia ter um futuro. Entenda, enquanto Meena sempre foi capaz de ver o futuro de todo mundo, ela nunca foi capaz olhar para o dela própria. E quando Lucien é o que Meena jamais sonhou como namorado, de repente ele pode vir a ser tornar o seu pesadelo. Agora pode ser uma boa hora para Meena começar a aprender a prever seu próprio futuro. . . Se ela ainda tiver um.

ISBN: 9788501091345
Ano: 2011
Editora: Galera Record
Número de páginas: 504

Já falei por aqui que estava saturada desse assunto de vampiros. Mas ainda tenho alguns livros desse assunto aqui pra ler, então continuo na onda. Surpreendentemente, adorei o livro e o jeito que a autora conduziu a trama!

Primeiro ponto positivo é que a protagonista não faz o tipo indefesa 'não me toque'. Meena Harper é uma pessoa totalmente comum e assim como eu, está cansada de histórias sobre vampiros. Bem, ela é perfeitamente comum exceto pelo fato de que ela sabe quando as outras pessoas vão morrer. Fora isso, ela é escritora de diálogos de uma novela chamada Insaciável, e foi recentemente informada de que os donos da emissora querem que ela tenha vampiros no enredo, algo que Meena desaprova.

Ironicamente, ela conhece Lucien Antonesco e se apaixona por ele. O que ela não sabe é que ele é o Príncipe das Trevas, o líder dos vampiros, e que pode haver muitos outros envolta dela. O livro é narrado por diferentes personagens, e além de Meena e Lucien, há também Alaric Wulf, um caçador de vampiros membro da Guarda Palatina (uma unidade militar secreta do Vaticano, que caça vampiros) e que está atrás do príncipe.

O personagem mais enraçado da história é Jon, irmão mais velho de Meena, que está desempregado há meses e mora com a irmã. Ele tem um humor bizarro e era impossível não rir com as coisas que ele falava!

A impressão que tive do livro foi que realmente Meg Cabot é uma escritora sensacional! Ela pegou um assunto totalmente gasto e clichê e mostrou como é que se faz! O final é muito bom e fugiu daquela expectativa que sempre temos nesses livros de vampiros-que-se-apaixonam-por-mocinhas. O segundo livro da série se chama Overbite, mas ainda sem previsão de laçamento no Brasil.
______________________________________________________

domingo, 4 de março de 2012

Resenha: Jogos Vorazes (Suzanne Collins)

Sinopse: Quando Katniss Everdeen, de 16 anos, decide participar dos Jogos Vorazes para poupar a irmã mais nova, causando grande comoção no país, ela sabe que essa pode ser a sua sentença de morte. Mas a jovem usa toda a sua habilidade de caça e sobrevivência ao ar livre para se manter viva. As reviravoltas do jogo e as dificuldades enfrentadas pela protagonista levam os leitores a sofrer junto com ela, enquanto descobrem um pouco sobre seu passado e seu relacionamento com Peeta Mellark, o outro tributo enviado pelo Distrito 12 para lutar nos Jogos Vorazes.

ISBN: 9788579800245
Ano: 2010
Editora Rocco
Número de Páginas: 397

Sabe aquele livro que todo mundo a sua volta diz "
leia, leia, leia!"? Comigo, era esse. Acho que não existe outro livro tão em alta no momento! A menos de um mês para a estreia mundial da adaptação para as telonas, deixei-me contaminar pela febre que se chama Jogos Vorazes.

O livro já foi lançado aqui no Brasil em 2010, mas só agora, aos 45 minutos do segundo tempo é que tenho a oportunidade de ler (Btw, graças a minha super friend Karol, que me presenteou em meu aniversário com essa maravilha! Obrigada de novo, amiga!) Lembro que no lançamento, todo mundo o adorou e houve um surto geral quando a notícia de que viraria um filme foi à tona.

Eu evitei olhar o material promocional que era liberado aos poucos, porém era impossível 'não ver' tudo - algumas fotos do elenco foram praticamente jogadas na minha cara. Porém, resisti até o final e NÃO VI o trailer! Sim, sou uma vencedora! Tentei não ver o teaser, mas quando fui assistir Amanhecer Parte 1 no cinema, não tive escolha - apesar de que confesso que fechei os olhos no começo! hahaha

E foi com essa grande expectativa que comecei a tão aguardada leitura de Jogos Vorazes! E já vou dizendo: Não me decepcionei nadinha! É realmente muito bom! Me prendeu do início ao fim, não conseguia largar o livro! E assim que terminei, comecei a choramingar dizendo que preciso urgentemente do segundo!

Katniss é uma personagem forte que assume o lugar da irmã mais nova na 74ª edição dos Jogos Vorazes, um torneio onde é preciso matar ou morrer. Ela e Peeta são os representantes do Distrito 12 para os Jogos, e eles terão que fazer de tudo para sobreviver. É tensão do início ao fim! Gostei de vários personagens, mas confesso que pendi um pouco para o lado de Gale, o amigo fiel de Katniss. Achei que eles têm um relacionamento sincero, que me agrada, mas veremos o que acontece nos próximos livros da série. Recomendo muitíssimo a leitura de Jogos Vorazes! Prepare-se para muitas reviravoltas e para um final de dar aquele gostinho de 'quero mais'!
______________________________________________________

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Resenha: Crescendo (Becca Fitzpatrick)

Sinopse: Nora deveria saber que sua vida estava longe de ser perfeita. Apesar de começar uma relação com seu anjo da guarda, Patch (quem, título à parte, pode ser descrito como qualquer coisa, menos angelical), e sobreviver a um atentado a sua vida, as coisas não parecem melhorar. Patch está começando a se afastar e Nora não consegue descobrir se é para o seu próprio bem ou se o seu interesse voltou-se para sua arqui-inimiga, Marcie Millar. Sem contar que Nora é assombrada por imagens de seu pai e ela fica obcecada querendo descobrir o que realmente aconteceu com ele naquela noite em que ele partiu para Portland e nunca voltou para casa. Quanto mais Nora se aprofunda no mistério da morte de seu pai, mais ela começa a se perguntar se sua ascendência nefilim tem algo a ver com isso, assim como o por quê de ela estar em perigo com mais freqüência do que as garotas normais. Já que Patch não está respondendo suas perguntas e parece estar atrapalhando, ela tem que começar a procurar as respostas por si só. Confiar demais no fato de que ela tem um anjo da guarda põe Nora em perigo de novo e de novo. Mas ela pode mesmo contar com Patch ou ele está escondendo segredos mais obscuros do que ela pode imaginar?

ISBN: 9788576793922
Ano: 2011
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 288

Li Sussurro em 2010 e foi uma das melhores leituras do ano! Li praticamente em um dia e adorei! Ainda não tinha blog na época e por isso não tem resenha aqui. Mesmo assim, vou fazer resenha do segundo livro da série Hush Hush, que já foi lançado no ínicio de 2011 e só agora tive a oportunidade de ler! Não foi tão incrível como o primeiro, mas ainda assim foi bom!

Já tinha visto algumas pessoas falando de como Nora, a protagonista, estava meio chatinha nesse livro. E realmente, ela me deu nos nervos! Ela pensava uma coisa, e dizia outra totalmente diferente e isso me irritava muito! Patch continua irresistível e era melhor coisa da leitura! Ele e Nora começam o livro juntos, mas por causa da estupidez mental da garota, já no início eles se separam. E o estranho é que logo em seguida ele começa a sair com Marcie Millar, a menina que é 'inimiga' de Nora!! Já por aí vemos como a situação fica tensa!

Há um grande destaque sobre o mistério envolvendo o pai de Nora e seu assassinato, e há muitas revelações surpreendentes! Novos personagens aparecem e o enredo tem várias reviravoltas! Eu gostei muito do final, porque deixou aquele gostinho de 'quero mais'! Silêncio, terceiro livro da série Hush Hush, foi lançado em janeiro e eu soube que muita gente que já leu disse que é o melhor livro da série! Estou extremamente ansiosa pra ler!
______________________________________________________

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Resenha: Tentada (P.C. Cast & Kristin Cast)

Sinopse: Depois de tanta agitação, Zoey bem que merecia um descanso. Mas não há tréguas na Morada da Noite. Lidar com três caras ao mesmo tempo, novamente, não é um alívio para o estresse, especialmente quando um deles é um guerreiro tão sexy e tão dedicado em protegê-la, que é capaz de sentir suas próprias emoções. Aphrodite tem novas visões que alertam Zoey para ficar longe de Kalona e de seu obscuro fascínio, mas mostram também que ela será a única com poderes capazes de interromper um mal imortal. Logo se torna óbvio que Zoey não tem escolha: se ela não for ao encontro de Kalona, ele se vingará, e justamente nas pessoas que ela ama. Mas ela terá coragem para fazer o que deve ser feito, a ponto de sacrificar sua vida, seu coração e sua alma? Descubra neste sexto livro da Série House Of Night.

ISBN: 9788576793533
Ano: 2010
Editora: Novo Século
Número de páginas: 384

ATENÇÃO: Essa resenha pode conter spoilers dos livros anteriores da série House of Night. Confira a resenha de Marcada aqui, a de Traída aqui, a de Escolhida aqui, a de Indomada aqui, e a de Caçada aqui.

Zoey conseguiu expulsar Neferet e Kalona, e agora retorna à Morada da Noite. Mesmo com os dois longe dali, os novatos e professores ainda estão do lado deles, como se estivessem enfeitiçados pelo imortal e pela ex-Grande Sacerdotiza de Nyx. Nossa Z. precisa encontrar uma maneira de dar um jeito neles definitivamente já que ela os expulsou somente por enquanto.

Neferet está tentando convencer o Conselho Supremo, formado pelas 'melhores' Grandes Sacerdotisas do mundo, de que ela é Nyx encarnada, e Kalona é Erebus que veio à Terra. Zoey e seus amigo precisam ir então para Veneza, tentar impedir que acreditem nos dois. Porém, até Z. está confusa. Seus sonhos com Kalona a fazem pensar que talvez ele não tenha side sempre assim, mau. Talvez ele possa, assim como Steve Rae e Stark, escolher o bem e mudar. Será que ele está mexendo com a cabeça dela? Ou será que isso é realmente possível?

Este é o primeiro livro da série que não é contado somente por Zoey. Na terceira pessoa, alguns capítulos são narrados a partir da perspectiva de outros personagens, como Steve Rae, Aphrodite, Stark e Heath. Eu suuuuper curti isso, porque dá pra ver o que está acontecendo nos lugares nos quais nossa protagonista não está. Esse é o melhor livro da série até então! Já marquei como favorito! O final... Jesus! O que foi esse final? Simplesmente corri pra ler o próximo!
______________________________________________________

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Resenha: Como ser Popular (Meg Cabot)

Sinopse: Stephanie Landry poderia ser uma garota comum, cheia de amigos, se não fosse o incidente da Fanta Uva. Desde que derramou - sem querer - refrigerante na saia caríssima da garota mais popular da escola, todo mundo a odeia e ela até virou expressão para gente esquisita ou sem-jeito. Mas agora Steph está decidida a trilhar seu caminho para a popularidade. Com a ajuda de um livro antigo, ela espera mudar a opinião de todos. O problema é que isso pode fazê-la perder os dois únicos amigos dos tempos de "impopularidade"... Será que vai valer a pena?

ISBN: 8501079537
Ano: 2008
Editora: Galera
Número de Páginas: 288

Depois de uma série de livros com temas 'sobrenaturais', resolvi que precisava de uma coisa mais leve. Fui direto procurar um livro da Meg Cabot na minha estante que ainda não tivesse lido, e dentre algumas opções, acabei pegando esse.

Como ser Popular fala sobre Steph Landry, uma garota que teve sua vida social arruinada desde que, quanto tinha doze anos, derrubou acidentalmente refrigerante na saia D&G caríssima de Lauren Moffat, a garota mais popular do colégio. Desde esse incidente, Lauren tem feito da vida de Steph um inferno, criando frases como 'Isso é tão Steph Landry!' ou 'Não dê uma de Steph Landry!', usadas em ocasiões em que alguém fazia algo idiota.

Apesar de sua impopularidade, Steph tem dois melhores amigos: Jason e Beck! Mas ela está disposta a aumentar sua lista de amigos! Com a ajuda de um livro muito curioso que ensina como ser popular, ela pretende dar uma reviravolta na sua vida e mostrar a todo mundo o quão legal é ser amigo de Steph Landry!

Sinceramente fiquei decepcionada com esse livro! Comparado aos outros livros da Meg, esse é o mais fraquinho! Não teve nenhum personagem por quem morri de amores, e não me identifiquei com a protagonista. Achei grande parte do livro uma enrolação, e tinha horas que a leitura era um pouco maçante. Dei só duas estrelhinhas :(
______________________________________________________